Função Taxa do Excel

Veja seu Carrinho de Compras

Ver Todas as Planilhas

Algumas Planilhas de Excel, Baixe Grátis

Outros Links Úteis de Guia de Compra


Baixe nosso aplicativo

app guiadecompra

Instale o aplicativo do Guia de Compra no seu celular e pesquise tudo com apenas um toque. É grátis

Links Para Apostila

Funções Financeiras do Excel: Taxa, VF e PGTO

Chegou a hora de saber o valor futuro de uma negociação, uma compra, um empréstimo, etc.

Mesmo não conhecendo cálculos financeiros, você será capaz de saber por exemplo: qual o rendimento de uma caderneta de poupança que você abriu ontem e depositou uma quantia de mil reais e continuará depositando cem reais por mês, durante cinco anos. Pode descobrir ainda a taxa de juros daquele produto que você comprou a prazo e comparar se é o mesmo dito pelo vendedor da loja. E também se a taxa de juros paga em seu cartão de crédito é realmente aquela do mercado corrente.

TAXA

Retorna a taxa de juros, por período, de uma anuidade, ou seja: você ficará sabendo a taxa de juros exata do valor de um empréstimo que tem a condição de pagamento com parcelas fixas.

Sintaxe:

TAXA(nper;pgto;vp;vf;tipo;estimativa)

NPER é número total de períodos de pagamento.

Pgto é o pagamento feito em cada período e não pode mudar durante a vigência. Geralmente, pgto inclui o principal e os juros e nenhuma outra taxa ou tributo. Se pgto for omitido, você deverá incluir o argumento VF.

Vp é o valor presente - o valor total correspondente ao valor atual de uma série de pagamentos futuros.

Vf é o valor futuro, ou seja, o saldo, que você deseja obter depois do último pagamento. Neste caso, se VF for omitido, será considerado "0".

Tipo é o número 0 ou 1 e indica as datas de vencimento.

Exemplo:

Fazemos de conta que você vai pedir emprestado em uma instituição financeira, o valor de R$ 35.000,00 para a compra de um imóvel, e pagará em 100 parcelas fixas de R$ 400,00.
A fórmula ficaria assim: =TAXA(120;-400;35000) e o valor ta taxa mensal seria de 0.55%. Para saber a taxa anual, multiplique o valor da taxa mensal por 12.

Abra o Excel, faca uma pequena planilha como a figura [03] e digite os mesmos valores e na célula que corresponde "Taxa Mensal" faça a fórmula, desta vez colocando as referências das células ao invés de valores. Se você começou construir sua planilha na célula "A1", a referência para a fórmula será "B5" e a fórmula ficará assim: =TAXA(B4;-B3;B2) e a taxa mensal será: 0.79%, a taxa anual, 9.51% e o valor total no final do pagamento será, R$ 50.400,00

Imagem Taxa

Figura [3]

Se não conseguir visualizar a figura, tente fazer uma planilha com os valores acima. Com os título EMPRESTIMO e os subtítulos na coluna "A":
valor do empréstimo, Valor das parcelas, Período
Taxa mensal, Taxa anual e Valor total.

VF

Retorna o valor futuro de um investimento de acordo com os pagamentos periódicos e constantes e com uma taxa de juros constante.

SINTAXE

=VF(taxa;nper;pgto;vp;tipo)

NPER é número total de períodos de pagamento.

Pgto é o pagamento feito em cada período e não pode mudar durante a vigência. Geralmente, pgto inclui o principal e os juros e nenhuma outra taxa ou tributo. Se pgto for omitido, você deverá incluir o argumento vf.

Vp é o valor presente - o valor total correspondente ao valor atual de uma série de pagamentos futuros.

Vf é o valor futuro, ou seja, o saldo, que você deseja obter depois do último pagamento. Neste caso, se VF for omitido, será considerado "0".

Tipo é o número 0 ou 1 e indica as datas de vencimento.

Suponha que você quer fazer uma economia para um projeto de vida e irá depositar em uma conta poupança o valor de R$ 4.000,00 e durante 60 meses continuará se comprometendo em depositar R$ 110,00 todos os meses sabendo que a taxa de juros mensal é de 0.80%. Calcular o valor total com os rendimentos.
A fórmula ficaria: =VF(110;0.80%;-110;-4.000;1)

Imagem VF

Abra o Excel, faça uma tabela e coloque os valores conforme a figura [4]. A formatação de uma planilha de acordo com o trabalho e seu conteúdo permite uma visualização mais rápida dos dados. Portanto faça o que você achar mais adequado para seu trabalho com o tipo de formatação necessária.

Figura [4]

Se não conseguir visualiza a figura [4], faça uma tabela com os valores acima comece na célula "A1" e na mesma coluna continue digitando o seguinte:
Título: POUPANÇA
e os subtítulos: DEPÓSITO INICIAL, DEPÓSITO MENSAL, PERÍODO, JUROS MENSAIS E TOTAL.

PGTO

Calcula o valor das parcelas a serem pagas em um financiamento depois de especificada a taxa de juros e o prazo.

SINTAXE
=PGTO(taxa;nper;pgto;vp;tipo)

NPER é número total de períodos de pagamento.

Pgto é o pagamento feito em cada período e não pode mudar durante a vigência. Geralmente, pgto inclui o principal e os juros e nenhuma outra taxa ou tributo. Se pgto for omitido, você deverá incluir o argumento VF.

Vp é o valor presente - o valor total correspondente ao valor atual de uma série de pagamentos futuros.

Vf é o valor futuro, ou seja, o saldo, que você deseja obter depois do último pagamento. Neste caso, se VF for omitido, será considerado "0".

Tipo é o número 0 ou 1 e indica as datas de vencimento.

Suponha que você quer compra um aparelho que lhe custaria R$ 1000,00 a vista, você tem a opção de pagar em 6 vezes, mas o comerciante terá que acrescentar uma taxa de 2% ao mês. Para calcular o valor das parcelas use PGTO e ache o valor de cada parcela. Lembrando que o pagamento será sem entrada, do contrário, você terá que acrescentar mais uma fórmula para abater o valor da entrada, pois PGTO calcula o valor definido de cada operação.

Para esta simples operação a fórmula ficaria:
=PGTO(2%;6;-1000;0) e o valor total do produto será R$ 1071,15

Abra o Excel e faça esse cálculo, se não conseguir, abra o assistente do Office e procure pela função, para mais detalhes.

Faça uma tabela como mostra a figura [5], com os mesmos valores e confira o resultado. Caso não consiga ver a figura, tente fazer você mesmo, depois mude os valores para aqueles que você tem certeza que faria com uma calculadora e confira o resultado.

Imagem Excel

Figura [5]

Para estabelecer os valores de uma prestação com uma parcela de entrada existe uma forma mais concreta, embora mais difícil de se entender, mas não é um bicho de sete cabeças não. Apenas preste atenção nas informações a seguir e verá que é muito simples quando se aprende a regra.

Vamos estudar agora
Funções de procurar referências e funções lógicas.

Clique aqui


Esta apostila é grátis. Pode ser estudada online, ou impressa, para uso pessoal. É proibida a reprodução total e ou parcial, para comercialização.
Anuncie Aqui Fale Conosco Dicas de Compras Conheça a Empresa Localizar DDI Lojas Recomendadas International Dialing Planilhas de Excel Tabela da Copa 2018 Lista de DDD Links Últeis Telefones Últeis Consulta de CEP Baixe o Aplicativo Página Inicial

O Guia de Compra não é uma loja virtual, não vende produtos anunciados aqui. O Guia de Compra não presta serviços anunciados pelos anunciantes, apenas oferece o espaço para todos anunciarem seus produtos e serviços. O Guia de Compra não participa das negociações entre comprador e vendedor.


© Guia de Compra 2004-2017